Estou grávida. E a toxoplasmose?

Estou grávida! E a toxoplasmose? O que fazer com o bichano? A culpa é dos gatos de fato?

Vamos responder cada uma destas perguntas baseado em pesquisas e experiências de pessoas que tiveram seus bebês sem doarem seus gatinhos ou cãezinhos.

A toxoplasmose é na verdade um protozoário que se hospeda em qualquer forma de vida, seja plantas, animais (domésticos e até de corte – galinhas, vacas, porcos, etc) e humanos.

Para grávidas esse protozoário é transmitido ao bebê pela placenta e o bebê pode ter má formação devido a ação do protozoário.

Aqui no Brasil, acreditamos, que 95% dos médicos aconselham as mamães ficarem o mais longe possível de gatos, especificamente, para não pegar a toxoplasmose.

Mas ficar longe de gatos não evita, se em casa, a mamãe tiver um cachorro que tem essa bactéria. Ou seja, o problema não é o gato, mas qualquer ser vivo que tenha a doença pode transmitir ao humano.

A mulher pode adquirir esta doença comendo uma carne contaminada ou mal preparada, pode ser através da terra no jardim ou das plantinhas que tem na varanda ou até mesmo pelo cachorrinho lindo que os médicos nem avisam nada.

Por que os gatos são considerados os portadores oficiais? Gatos quando aprendem a sair de casa, eles caminham por muitos lugares sujos, comem algo contaminado e voltam pra casa com todas as bactérias e contaminados. É nessa jornada que o gatinho pode se contaminar com a toxoplasmose e trazer para dentro de casa.

A mesma coisa vale para cães, por isso, é obrigatório as vacinas em dia e higienização de seus animais de estimação. Lavar bem legumes e verduras e saber preparar bem as misturas do dia-a-dia são regras que as mamães devem seguir para não adquirirem a toxoplasmose durante a gravidez.

Se seus animaizinhos não gostam de sair de dentro de casa e estão com as vacinas em dia, não tem por que desfazer deles devido a gravidez. Nos EUA os médicos apenas se preocupam com as vacinas dos animais (todos, não só os gatos), se estiver tudo ok, não precisa doar os animais, a gestação ocorrerá normalmente.

Por isso, nada de pânico quanto a isso e seus felinos em casa, isso é mais um dos milhares de tabus antigos e que hoje em dia não se aplica mais, mas o cuidado sempre é obrigatório.

Confiram a experiência da vlogueira Flávia Calina, que vive nos EUA e engravidou e logo pensou: “To grávida e agora meus gatinhos?”

 

Exames para determinar a infecção ou encontrar cistos relacionados a essa infecção:

  • Títulos de anticorpos para a toxoplasmose
  • Tomografia computadorizada do crânio
  • Ressonância magnética da cabeça
  • Exame com lâmpada de fenda
  • Biópsia do cérebro

 

Pesquisas informam que manter animais de estimação próximo dos bebês logo que nascem, não é perigoso mas sim bom para que o bebê já crie imunidade.

Então, nada de desfazer dos animaizinhos, leve-os ao veterinário e acompanhe sua alimentação durante a gravidez para se manter livre da toxoplasmose.

No Comment

You can post first response comment.

Leave A Comment

Please enter your name. Please enter an valid email address. Please enter a message.